Páginas

sábado, 15 de outubro de 2011

Fique de pé e seja forte




Deito, e logo surgem. Eles que nunca me deixaram de vez, agora insistem em gritar constantes e atordoados. Pela madrugada, continuam a sussurrar loucos de pedra e só sei pensar em fugir, não sei bem se pra isso tem fuga, nem mesmo sei o que é isso que se passa. A gente um dia fica bem, no outro a dona solidão faz companhia e, no terceiro, nem mesmo as palavras distantes de algo que acreditamos ser nosso fazem bem. Quando existem de fato palavras, só servem para tirar o sono, perturbam e nos afundam numa fossa tão profunda e cheia de lama que nem mesmo os monstros das histórias de terror habitariam.
Por fora, certamente o sorriso constante, a voz que pergunta sempre vai ouvir que está tudo bem, logo ali, na próxima semana melhora com a chegada.
Chegada nunca foi uma má pessoa, mas tem demorado a vir. Espero por ela e a danada me dribla, fico ansiosa, mas é para ela que vivo. Até que num susto, parece não vir mais, como se tudo se transformasse em pó na metade do caminho, justo quando pensei que estaria perto de mim.
Tudo num fio fino, equilíbrio comprometido e voz falha, poucas e simples palavras bastam pra que não venha, mas há a resistência, dependente do meio, claro, e que se continua a agir é porque ainda temos boa vontade de querer, de verdade, o amor que nos é de direito e o dia que se segue, onde ficamos juntos e aquilo de valer a pena se confirma.
Nos últimos dias, só sei pedir, mais do que agradecer e, espero que não seja egoísmo de minha parte, mas realmente meus pedidos são sofridos, cheios de dor e necessidade de algo que parece ter ficado pra trás. Aquela velha conversa pelo telefone, beijos rápidos numa esquina qualquer, abraço apertado.
Que não sejamos apenas mais dois corpos em uma cama macia, que por mais que o encontro seja tardio, nos preencha e renove as forças, que embora abaláveis, tem nos mantido juntos. Que haja amor, aventura, emoção. Entre uma e outra chegada, que você fique.

"May you have a strong foundation
When the winds of changes shift." 
Forever Young - Bob Dylan

Um comentário:

Beert disse...

Queria poder mostrar o que há em mim, que fizesse você ter certeza absoluta que minha partida fora apenas mais uma fatalidade, uma fatalidade que, também, passará.

Postar um comentário